TR Soluções

Você já pode conferir no SIT os possíveis impactos das recentes decisões regulatórias nas tarifas de energia elétrica de 2014.

Na semana passada a ANEEL apresentou os novos valores propostos para as quotas de CDE (Conta de Desenvolvimento Energético), em uma matéria publicada pela agência Reuters o diretor-geral da ANEEL, Romeu Rufino, salientou que o repasse da CDE aos consumidores em 2014 se aproxima mais do normal, já que, no ano passado, o pagamento foi menor devido a aportes do Tesouro e ao uso do saldo da conta.

SIT

"Não é que se está aumentando os encargos, está se restabelecendo o patamar que vinha sendo cobrado. Em 2013, com o uso do saldo e os aportes do Tesouro, o que ficou para o consumidor foi bem menor do que o normalmente fixado", disse.

Nesta mesma matéria também foi destacado pelo diretor da ANEEL, André Pepitone, que não foi incluída, entre as receitas da CDE neste ano, a devolução pelos consumidores do aporte realizado ano passado para cobrir o custo maior da energia das termelétricas. Segundo Pepitone, a previsão é de que essa devolução ocorra em até cinco anos.

SIT

Possível cenário de 12 meses de evolução dasTarifas de
Energia Elétrica para o Brasil

É esperado para os próximos 12 meses reajustes da ordem de 24,14% para as tarifas de energia elétrica no Brasil, onde 13,01% são devidos aos custos econômicos e 11,13% aos custos financeiros das distribuidoras.

Essa estimativa foi obtida utilizando a versão 6.3 do Sistema Integrado de Tarifas com as seguintes hipóteses quanto aos parâmetros que explicam as tarifas para 2014:

Fique conectado com a TR Soluções:

Acompanhe-nos no PINTEREST Acompanhe-nos no FACEBOOK Acompanhe-nos no TWITTER Acompanhe-nos pelo LINKEDIN